Gengivectomia e Gengivoplastia na Estética do Sorriso – Relato de caso

  • Luiz Alexandre Moura Penteado CESMAC

Resumo

A estética do sorriso a cada dia vem sendo mais almejada pelos indivíduos. Com o interesse em realizar satisfações pessoais e relações interpessoais, muitos pacientes procuram os consultórios odontológicos em busca de um sorriso bonito e harmonioso, através de técnicas diversas que alcancem os resultados esperados, aumentando a autoestima e melhorando a convivência em sociedade.A saúde periodontal e a relação dentogengival são fatores de elevada importância na construção de um sorriso estético, com isso, o aumento de coroa clínica dos dentes anteriores, muda a dimensão dos dentes através de associação das técnicas de gengivectomia e gengivoplastia, que podem ser indicadas quando esses dentes são curtos ou tem exposição excessiva de tecido gengival e o contorno desse tecido é irregular. A gengivoplastia é uma cirurgia plástica, que altera o contorno gengival e, além disso, visa diminuir a margem gengival, criando contorno gengival recortado, afinando a gengiva inserida, criando os sulcos interdentais verticais e remodelando a papila interdentária; indicada quando não há doença periodontal.Com a adequada relação entre os lábios, margem gengival dos dentes anteriores e as coroas dos dentes, é possível proporcionar de maneira otimista a construção do sorriso estético.Este trabalho tem como objetivo descrever a técnica de gengivectomia e gengivoplastia através do relato de um caso clínico em que a paciente relata necessidade de melhoria estética do sorriso por apresentar dentes curtos.  Gengivectomia associada a gengivoplastia foram os procedimentos  escolhidos como alternativa para resolução estética e com resultados satisfatórios à paciente.
Publicado
Nov 12, 2015
##submission.howToCite##
MOURA PENTEADO, Luiz Alexandre. Gengivectomia e Gengivoplastia na Estética do Sorriso – Relato de caso. REVISTA INCELÊNCIAS, [S.l.], v. 5, n. 1, nov. 2015. ISSN 2178-0935. Disponível em: <http://revistas.cesmac.edu.br/index.php/incelencias/article/view/386>. Acesso em: 16 dez. 2018.