IMPACTO DA SAÚDE BUCAL NA QUALIDADE DE VIDA DE PACIENTES VIVENDO COM HIV/AIDS EM MACEIÓ, ALAGOAS, BRASIL

  • Sonia Maria Ferreira Soares CESMAC

Resumo

A epidemiologia da aids no nordeste apresenta crescimento linear significante, em Alagoas foram notificados 4579 casos de aids. Estudar a qualidade de vida desses pacientes é permitir a construção de um novo cenário sobre a sua saúde física, mental e social diante da doença. O objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade de vida de pacientes infectados pelo HIV/aids em atendimento no centro de referência de Maceió- AL. Foram entrevistados 74 pacientes. Para coleta de dados foram utilizados questionários contendo variáveis sociodemográficas e clínicas e o inventário HIV/AIDS-Targeted Quality of Life (HAT-QoL). A amostra foi predominantemente masculina, com idade média de 40,03 anos, raça parda, alfabetizado, residindo na capital, com renda de um salário mínimo, transmissão pelo contato sexual, com tempo de infecção superior a cinco anos, contagem de linfócitos TCD4 superior a 200 mm³ no sangue periférico, carga viral indetectável e fazendo uso de medicação no regime HAART. A avaliação dos indicadores de saúde bucal mostrou baixa prevalência de lesões bucais, frequente necessidade de prótese e alto índice de CPOD, sendo os dentes perdidos por cárie o componente de maior média deste índice. A avaliação dentária mostra uma história presente e passada de cárie, com percentual considerável de dentes cariados e dentes perdidos, respectivamente, e de necessidade de prótese, evidenciando que embora estes e outros indicadores de saúde bucal não tenham impactado na qualidade de vida destes pacientes, eles necessitam de atenção odontológica.
Publicado
Nov 12, 2015
##submission.howToCite##
SOARES, Sonia Maria Ferreira. IMPACTO DA SAÚDE BUCAL NA QUALIDADE DE VIDA DE PACIENTES VIVENDO COM HIV/AIDS EM MACEIÓ, ALAGOAS, BRASIL. REVISTA INCELÊNCIAS, [S.l.], v. 5, n. 1, nov. 2015. ISSN 2178-0935. Disponível em: <http://revistas.cesmac.edu.br/index.php/incelencias/article/view/397>. Acesso em: 14 dez. 2018.