Fibrodentinoma Ameloblástico em Maxila de bebê: Relato de Caso

  • Daniela Maria Carvalho Pugliese CESMAC

Resumo

Muitos aspectos da boca de um bebê são únicos e peculiares a esse período de vida. Assim como os processos fisiológicos são típicos, uma variedade de alterações pode ocorrer na cavidade bucal dos pacientes de tenra idade. Com o advento da Odontologia para Bebês, o cirurgião-dentista precisa estar apto a identificar as diversas manifestações estomatológicas que podem acometer a boca desses pequenos pacientes. O Fibrodentinoma Ameloblástico é um tumor odontogênico misto, raro, assintomático e de crescimento lento, acometendo normalmente crianças e jovens em sua primeira ou segunda década de vida. Essa lesão geralmente provoca expansão óssea da região envolvida e dificuldades na erupção dentária. Em dentes permanentes sua predileção é pela zona posterior de mandíbula, enquanto que na dentição decídua é na região anterior. Dessa maneira, o propósito deste trabalho é relatar um caso de Fibrodentinoma Ameloblástico em maxila anterior de bebê de 3 anos de idade e seu tratamento, ressaltando a importância do atendimento odontológico precoce e o tratamento para este tipo de lesão.
Publicado
Nov 12, 2015
##submission.howToCite##
CARVALHO PUGLIESE, Daniela Maria. Fibrodentinoma Ameloblástico em Maxila de bebê: Relato de Caso. REVISTA INCELÊNCIAS, [S.l.], v. 5, n. 1, nov. 2015. ISSN 2178-0935. Disponível em: <http://revistas.cesmac.edu.br/index.php/incelencias/article/view/419>. Acesso em: 11 dez. 2018.