CIRURGIA PARAENDODÔNTICA COM OBTURAÇÃO SIMULTÂNEA: Relato de caso

  • Tayguara Cerqueira Cavalcanti CESMAC

Resumo

Apesar dos altos índices de sucesso alcançados pelo tratamento endodôntico convencional, existem situações específicas que apresentam resultados desfavoráveis implicando na resolução do caso por meio da cirurgia paraendodôntica. Nestas circunstâncias, os métodos cirúrgicos de abordagem periapical têm o objetivo de promover a desinfecção apical não alcançada pelo tratamento endodôntico convencional. Uma das principais indicações desta modalidade de tratamento são os casos onde apesar do preparo químico mecânico adequado e do emprego de medicação intracanal há persistência de exsudato inflamatório impedindo a conclusão do tratamento endodôntico. O presente trabalho objetivou descrever um caso clínico realizado na clínica integrada do curso de odontologia do Cesmac onde o tratamento endodôntico convencional de um elemento 22 foi ineficaz em coibir a persistência de exsudado inflamatório. Desta forma, optou-se pela realização da cirurgia paraendodôtica com obturação simultânea do canal radicular, empregando o MTA (agregado de trióxido mineral) como material retro-obturador devido à sua biocompatibilidade com os tecidos apicais e à sua capacidade de selamento.O acompanhamento clínico-radiográfico inicial demonstrou uma significativa melhora, com um processo de reparo avançado.
Publicado
Nov 12, 2015
##submission.howToCite##
CERQUEIRA CAVALCANTI, Tayguara. CIRURGIA PARAENDODÔNTICA COM OBTURAÇÃO SIMULTÂNEA: Relato de caso. REVISTA INCELÊNCIAS, [S.l.], v. 5, n. 1, nov. 2015. ISSN 2178-0935. Disponível em: <http://revistas.cesmac.edu.br/index.php/incelencias/article/view/429>. Acesso em: 11 dez. 2018.