Radiopacidade dos Cimentos Endodônticos Resinosos

  • Daniel Pinto de Oliveira CESMAC

Resumo

A radiopacidade de cimento obturador é um fator importante no desempenho clínico da obturação endodôntica, pois através da análise radiográfica é possível avaliar o correto selamento e preenchimento dos canais radiculares. Os cimentos resinosos, por serem os mais recentes, têm sido alvos de vários estudos em relação às propriedades físico-químicas, dentre elas a radiopacidade. A proposta deste estudo é avaliar a radiopacidade de três cimentos endodônticos resinosos: AH Plus, Sealer 26 e MTA Fillapex, através de imagens radiográficas digitais obtidas pelo método direto. Para tal análise, foram confeccionadas 15 amostras padronizadas de cada material e realizadas radiografias utilizando um sensor radiográfico digital, foram determinados dois eixos horizontal e vertical e dois pontos, a partir disso foram extraídas três medidas para formar uma média de cada amostra. As imagens foram enviadas para um computador foram analisadas e aferida à densidade radiográfica (radiopacidade) pelo próprio software sensor radiográfico (Schick Elite-FONA). Foi realizada análise estatística dos dados com nível de significância 1%. O resultados mostraram que o cimento mais radiopaco foi o AH Plus, seguido pelo MTA Fillapex e pelo  Sealer 26 sendo este último o menos radiopaco. 
Publicado
Nov 12, 2015
##submission.howToCite##
PINTO DE OLIVEIRA, Daniel. Radiopacidade dos Cimentos Endodônticos Resinosos. REVISTA INCELÊNCIAS, [S.l.], v. 5, n. 1, nov. 2015. ISSN 2178-0935. Disponível em: <http://revistas.cesmac.edu.br/index.php/incelencias/article/view/431>. Acesso em: 11 dez. 2018.