SÍNDROME DE MOEBIUS ASSOCIADA AO USO DE MISOPROSTOL: RELATO DE CASO.

  • Izabel Cristina Costa do Amaral CESMAC

Resumo

A síndrome de moebius é um distúrbio neurológico raro, caracterizado por paralisia congênita e não progressiva do VI e VII pares de nervo craniano quase sempre bilateral, produzindo assim uma aparência facial pouco expressiva. Sua etiologia permanece desconhecida, apesar de vários autores acreditarem em uma origem basicamente genética, ao passo que outros levam em conta modificações ambientais intra-uterina. Como cada nervo é responsável por uma região da face, de acordo com os nervos afetados em cada caso há um conjunto de manifestações, dentre elas, especificamente na área odontológica, face em máscara ou falta de expressão facial, inabilidade para sorrir, hipoplasia de mandíbula e de maxila, palato alto e estreito e alterações dentais. O caso apresenta um paciente gênero feminino, 5 anos, feoderma, portadora da Síndrome de Moebius, que compareceu à Clínica Escola de Odontologia do Centro Universitário Cesmac.  Ao exame físico, foi observado face sindrômica, paralisia do nervo facial bilateral, estrabismo convergente, limitação de abertura da boca, comissuras labiais caídas e falta de selamento labial, além disso, constatou-se higiene bucal deficiente , atividade de cárie em vários elementos dentários com envolvimento pulpar, língua sulcada com movimentos limitados , palato alto e maloclusão. A paciente relatou uso de misoprostol (cytotec) durante o primeiro trimestre de gravidez. O objetivo deste relato é expor um caso de Síndrome de Moebius e salientar a importância do cirurgião-dentista no diagnóstico precoce e a interação multiprofissional, para assim prevenir sequelas futuras, já que esta patologia não é progressiva.
Publicado
Nov 12, 2015
##submission.howToCite##
COSTA DO AMARAL, Izabel Cristina. SÍNDROME DE MOEBIUS ASSOCIADA AO USO DE MISOPROSTOL: RELATO DE CASO.. REVISTA INCELÊNCIAS, [S.l.], v. 5, n. 1, nov. 2015. ISSN 2178-0935. Disponível em: <http://revistas.cesmac.edu.br/index.php/incelencias/article/view/443>. Acesso em: 16 dez. 2018.