CARCINOMA MUCOEPIDERMÓIDE: RELATO DE TRÊS CASOS

  • Sonia Maria Soares Ferreira CESMAC

Resumo

O carcinoma mucoepidermóide (CM), é um dos mais frequentes tumores malignos das glândulas salivares. Geralmente ocorrem nas glândulas salivares maiores. Há predileção pelo gênero feminino, e sua maior incidência é na 2° e 5° décadas de vida. Uma série de três casos clínicos desta lesão é relatada. Dos três pacientes dois são mulheres e um homem, com idade variando de 25 a 66 anos. A queixa principal de todos foi: “aumento de volume e desconforto”. Clinicamente as lesões apresentavam-se nodular, indolor, solitária, sem mobilidade, em todos os casos. A história médica revela em apenas um dos casos uso abusivo de alcool e tabaco durante 51 anos. Em dois dos casos a lesão apresenta intraóssea com a mesma localização em região de mandíbula em apenas um caso a doença tinha localização em região de carúncula. Biópsia incisional foi realizada em todos os casos. A hipótese clínica para os casos foram CEC e displasia cemento-óssea sendo confirmado histopatologicamente como Carcinoma mucoepidermóide. Foram encaminhados ao cirurgião de cabeça e pescoço para a cirúrgica. Embora esta lesão é rara, apresenta diagnóstico histopatológico e clinico desafiadores. 
Publicado
Nov 12, 2015
##submission.howToCite##
SOARES FERREIRA, Sonia Maria. CARCINOMA MUCOEPIDERMÓIDE: RELATO DE TRÊS CASOS. REVISTA INCELÊNCIAS, [S.l.], v. 5, n. 1, nov. 2015. ISSN 2178-0935. Disponível em: <http://revistas.cesmac.edu.br/index.php/incelencias/article/view/458>. Acesso em: 14 dez. 2018.