ELEVAÇÃO BILATERAL DO ASSOALHO DO SEIO MAXILAR UTILIZANDO COMO BIOMATERIAL OSSO BOVINO: RELATO DE CASO CLÍNICO

  • Wanessa Tenorio Passos Centro Universitário Cesmac

Resumo

O procedimento de elevação do assoalho do seio maxilar é realizado quando não há altura óssea alveolar residual suficiente para instalação dos implantes dentários dentro de um planejamento de reabilitação oral. Dentre os tipos de enxerto ósseo, o autógeno é considerado o padrão ouro, com melhores resultados, porém outras opções estão sendo cada vez mais escolhidas por expor menos o paciente a uma cirurgia minimamente invasiva, como seria um enxerto de mento. Uma dessas substâncias é o Bonefil, uma matriz inorgânica (mineralizada) de osso bovino. Consiste, exclusivamente, da parte mineral do tecido ósseo isento de contaminações orgânicas. No presente relato clínico, o paciente foi submetido a elevação do assoalho do seio maxilar bilateral utilizando como biomaterial o Bonefil nas regiões dos elementos 15 e 25, onde na região do elemento 25 foi instalado o implante imediato a colocação do biomaterial devido a condição óssea ter possibilitado tal procedimento. Após 3 meses da instalação dos implantes, foi pedida uma panorâmica para avaliar a osseointegração dos mesmos, e 6 meses após a realização da elevação do assoalho do seio maxilar, foi pedido um exame raio-x periapical da região do elemento 15. Foi obtido um resultado satisfatório em ambas as regiões enxertadas, possibilitando assim a instalação do implante na região do elemento 15 com sucesso. Será iniciada a fase da confecção da prótese sobre implante após 3 meses a instalação deste implante
Publicado
Nov 18, 2015
##submission.howToCite##
PASSOS, Wanessa Tenorio. ELEVAÇÃO BILATERAL DO ASSOALHO DO SEIO MAXILAR UTILIZANDO COMO BIOMATERIAL OSSO BOVINO: RELATO DE CASO CLÍNICO. REVISTA INCELÊNCIAS, [S.l.], v. 5, n. 1, nov. 2015. ISSN 2178-0935. Disponível em: <http://revistas.cesmac.edu.br/index.php/incelencias/article/view/476>. Acesso em: 16 dez. 2018.