NO PALCO DA VIDA OS ARTISTAS DE RUA: A VIVÊNCIA DOS ARTISTAS DE RUA DA CIDADE DE CRICIÚMA-SC

  • Jaqueline Dal Toé UNESC
  • Carolina Rodrigues Felisbino UNESC
  • Tainá Mendes Dias UNESC
  • Tamires Coelho Frasson UNESC
  • Amanda Castro UNESC
##plugins.pubIds.doi.readerDisplayName## http://dx.doi.org/10.3333/ps.v7i9.793

Resumo

O presente artigo teve o objetivo de realizar uma análise sobre a vivência de 5 artistas de ruas da cidade de Criciúma localizada em Santa Catarina. O método utilizado para o desenvolvimento do artigo foram a observação de campo, uma entrevista semiestruturada com 5 perguntas, realizadas com os artistas de rua e revisão bibliográfica de artigos científicos relacionados a temática. Através da observação de campo e das entrevistas realizadas foi possível identificar que os artistas de rua escolhem esta forma de expressar a arte não apenas por necessidade, mas por estilo de vida, preceitos ideológicos e valores. Entretanto, ainda sofrem frequentemente preconceito e desvalorização da população, da própria classe artística, e lidam com a falta de apoio e suporte do município.
Publicado
Nov 18, 2018
##submission.howToCite##
DAL TOÉ, Jaqueline et al. NO PALCO DA VIDA OS ARTISTAS DE RUA: A VIVÊNCIA DOS ARTISTAS DE RUA DA CIDADE DE CRICIÚMA-SC. Psicologia & Saberes, [S.l.], v. 7, n. 9, p. 3-17, nov. 2018. ISSN 2316-1124. Disponível em: <http://revistas.cesmac.edu.br/index.php/psicologia/article/view/793>. Acesso em: 10 dez. 2018. doi: http://dx.doi.org/10.3333/ps.v7i9.793.

Palavras-chave

Artistas de Ruas. Preconceito. Classe Artística.