PANORAMA ATUAL DA DEPRESSÃO: PREVALÊNCIA, DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO

  • Bruno Gustavo Barros University Center Cesmac
##plugins.pubIds.doi.readerDisplayName## http://dx.doi.org/10.3333/ps.v7i9.825

Resumo

O presente trabalho trata-se de um artigo teórico com o objetivo de pesquisar a eficácia da Psicoterapia Psicodinâmica (PP) à Psicoterapia Cognitivo Comportamental (PCC), consideradas as duas abordagens mais populares e mais eficazes no tratamento da depressão (DP) em adultos, e se há diferenças significativas na melhora dos indivíduos ao utilizarem qualquer dos tratamentos. O estudo justifica-se devido as últimas estimativas da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontando um aumento na incidência do diagnóstico de mais de 18%, entre 2005 e 2015. Além disto, a DP pode ser compreendida como o mais alto fator de risco para o comportamento suicida, ao atingir em torno de 800 mil casos ao ano. Palavras-Chave: depressão; psicoterapia psicodinâmica; psicoterapia cognitivo-comportamental;
Publicado
Nov 19, 2018
##submission.howToCite##
BARROS, Bruno Gustavo. PANORAMA ATUAL DA DEPRESSÃO: PREVALÊNCIA, DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO. Psicologia & Saberes, [S.l.], v. 7, n. 9, p. 87-94, nov. 2018. ISSN 2316-1124. Disponível em: <http://revistas.cesmac.edu.br/index.php/psicologia/article/view/825>. Acesso em: 10 dez. 2018. doi: http://dx.doi.org/10.3333/ps.v7i9.825.

Palavras-chave

depressão; psicoterapia psicodinâmica; psicoterapia cognitivo-comportamental;