FLUXONOMIA 4D

Modelo econômico futurista.

  • Vanessa Liberato da Costa Barreto Faculdade Luciano Feijão
  • Rogeane Morais Ribeiro Universidade do Vale do Itajaí - UNIVALI
  • Maria do Socorro Silva Mesquita Universidade Federal do Ceará - UFC
  • Alcineide Aguiar Pimenta Universidade do Vale do Itajaí - UNIVALI
  • Paola Aragão Ferreira Silva Universidad Autónoma de Asunción
  • Cláudio Filipe Lima Rapôso Universidad Autónoma de Asunción
Palavras-chave: Fluxonomia 4D, Modelo de Negócio, Tendência Econômica

Resumo

A crise econômica que o país enfrenta desde o ano de 2014 provocou mudanças na economia que impactaram diretamente na forma de consumo das pessoas. Novos modelos de negócio foram criados, e dentro disso originou-se um novo conceito econômico que envolvem estudos de futuro com as novas tendências econômicas: A fluxonomia 4D. Esse termo idealizado pela futurista Lala Deheinzeiln envolve quatro tipos de economia, que são elas: Criativa, colaborativa, compartilhada e multivalor. Através dessas, além de resultados financeiros, são gerados benefícios sociais, ambientais e culturais. Nesse artigo objetiva-se compreender as novas formas de consumo praticadas dentro do primeiro espaço colaborativo de Fortaleza-CE. Para tal, aplicou-se uma pesquisa de carácter qualitativo com os empreendedores do espaço citado. Os resultados obtidos passaram por um processo de categorização de acordo com o tema da questão e analisados individualmente. Os resultados alcançados através da pesquisa mostram que esse tipo de negócio é muito rentável, não somente financeiro, como também no meio social, cultural e ambiental.

Biografia do Autor

Vanessa Liberato da Costa Barreto, Faculdade Luciano Feijão

Graduanda em Administração- Faculdade Luciano Feijão

Rogeane Morais Ribeiro , Universidade do Vale do Itajaí - UNIVALI

Doutoranda em Administração - Universidade do Vale do Itajaí - UNIVALI

Mestre em Gestão de Políticas Públicas e Educação  Superior - Universidade Federal do Ceará - UFC

Graduação em Ciências Contábeis - Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA

Maria do Socorro Silva Mesquita, Universidade Federal do Ceará - UFC

Doutoranda em Administração e Controladoria - Universidade Federal do Ceará - UFC

Mestre em Administração e Controladoria- Universidade Federal do Ceará - UFC

Graduação em Ciências Contábeis - Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA

Alcineide Aguiar Pimenta, Universidade do Vale do Itajaí - UNIVALI

Mestre em Administração - Universidade do Vale do Itajaí - UNIVALI

Graduação em Administração de Empresas - Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA

Paola Aragão Ferreira Silva, Universidad Autónoma de Asunción

Mestranda em Administração de Empresa – Universidad Autónoma de Asunción

Especialista em Gestão de Pessoas – Universidade Estadual Vale do Acaraú – UVA

Bacharelado em Administração – Faculdade Luciano Feijão - FLF

Cláudio Filipe Lima Rapôso, Universidad Autónoma de Asunción

Mestrando em Administração de Empresa - Universidad Autónoma de Asunción

MBA em Gestão de Projetos – Faculdade Alfamérica - SP

Bacharelado em Engenharia de Produção – Faculdade Estácio do Recife - PE

Referências

ALKMIN, E. B. Conscientização ambiental e a percepção da comunidade sobre a coleta seletiva na cidade universitária da UFRJ. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro/2015. Disponível em: http://www.dissertacoes.poli.ufrj.br/dissertacoes/dissertpoli443.pdf. Acesso em: 07. Jun 2019.

ALVES, B. C. O futuro é 4D e o dinheiro não é tudo: conheça os desafios da rede fluxonomia, da futurista Lala Deheinzelin. Nov/2015. Disponível em: https://projetodraft.com/o-futuro-e-4d-e-o-dinheiro-nao-e-tudo-conheca-os-desafios-da-rede-fluxonomia-da-futurista-lala-deheinzelin/. Acesso em: 02. Jun 2019.

DEHEINZELIN, L. Fluxonomia 4D: as novas economias de futuro. Medium Brasil. Nov/2015. Diponível em: https://medium.com/fluxonomia4d/fluxonomia-4d-as-quatro-economias-de-futuro-fecfd31de28f. Acesso em: 15. Abri 2019.

DEHEINZELIN, L. Economia criativa: inovação e desenvolvimento. Programa institucional cultura e desenvolvimento da UEMG. Dez/2016.

Federação da Industrias do Estado do Rio De Janeiro – FIRJAN. Mapeamento da indústrias criativas no Brasil. Fev/2019. Disponivel em: https://www.firjan.com.br/EconomiaCriativa/downloads/MapeamentoIndustriaCriativa.pdf. Acesso em: 07. Jun 2019.

MARÇAL, M.C.C.; SANTOS, J. I. A. S. As potencialidades e os limites presentes na economia criativa de pernanbuco no periodo de 2013 – 2016. Revista Pensamento & Realidade. Edição: Junho/2018.

MARIN, E. R. Economia compartilhada e o mercado segurador. Cadernos de Seguro. Edição no 188, Jul/2016.

MOZZATO, A. R.; GRYBOVSKI, D. Análise de Conteúdo como Técnica de Análise de Dados Qualitativos no Campo da Administração: Potencial e Desafios. ANPAD. Disponivel em: http://www.scielo.br/pdf/rac/v15n4/a10v15n4.pdf. Curitiba, 2011. Acesso em: 02. Jun 2019.

MENDES, F.S.; CEROY, F.M. Economia compartilhada e a política nacional de mobilidade urbana: uma proposta de marco legal. Textos para Discussão 185 Senado Federal, 2015.

OLIVEIRA, M.; FREITAS, H. FOCUS GROUP, método qualitativo de pesquisa: resgatando a teoria, instrumentalizando o seu planejamento. São Paulo: RAUSP. Set 1998.

OLIVEIRA, C. L. Um apanhado teórico-conceitual sobre a pesquisa qualitativa: tipos, técnicas e características. 2008. Disponivel em: http://e-revista.unioeste.br/index.php/travessias/article/view/3122/2459. Acesso em: 03. Jan 2019.

PONTES, Edel Alexandre Silva. A Teoria dos Jogos: Conflito e Colaboração. RACE-Revista da Administração, v. 1, p. 46-53, 2018. Disponível em: https://revistas.cesmac.edu.br/index.php/administracao/article/view/797. Acesso em: 14. fev 2019.

ORSI, D. F. O.; CAPPELLOZZA, A.; VIEIRA, A. M. Consumo colaborativo em estratos econnômicos A e B na cidade de São Paulo. VI Simpósio Internacional de Gestão de Projetos, Inovação e Sustentabilidade. Nov/2017. Disponível em: https://singep.org.br/6singep/resultado/115.pdf. Acesso em: 14. fev 2019.

SILVEIRA, A. B. Economia colaborativa: reflexões a partir da literatura. DESENVOLVE: Revista de Gestão do Unilasalle. Jul/2017. Disponível em: http://dx.doi.org/10.18316/desenv.v6i2.3378. Acesso em: 02. Mai 2019.

SILVA, J. D.; TITTON, L. R. F.; KITAZAWA, H. M.; BRITTO, L. R. G. Economia colaborativa: uma análise da relação entre valores pessoais, formas de colaboração e efeito dotação. CLAV 2016. Disponível em: http://bibliotecadigital.fgv.br/ocs/index.php/clav/clav2016/paper/view/5892/1682. Acesso em: 23. Fev 2019

Publicado
2019-12-31