MERCADO DE SAÚDE SUPLEMENTAR EM ALAGOAS: DESAFIOS PARA A SUSTENTABILIDADE DO SISTEMA UNIMED

  • Marcus Antônio de Souza Nobre Filho Centro Universitário - CESMAC
  • Abraão Gomes de Araújo Centro Universitário - CESMAC
Palavras-chave: Mercado de Saúde, Sustentabilidade Econômico-Financeira, Sistema Unimed

Resumo

O comportamento do sistema de atenção à saúde no Brasil, desde os anos 1930, se apresenta a partir de dois pontos complementares: a influência da estrutura produtiva do país sobre a conformação do setor de atenção à saúde e o movimento do capital no interior do setor são considerados em análise ao seu desempenho do sistema de atenção à saúde como ‘locus’ de acumulação de capital, de valorização de capital, de transformação técnica e social do processo de trabalho médico e ainda como local político-ideológico de regulação pelo Estado de uma dimensão importante da vida das populações. Como objetivo identificou dados analíticos econômicos; analisou as necessidades de melhorias na gestão da Cooperativa Médica Unimed no mercado atual alagoano. Como metodologia adotou a pesquisa de cunho hermenêutica (documental) os recortes dos discursos das falas das opiniões dos teóricos e autores pelo método da análise do discurso de Pêcheux que analisou acerca do funcionamento da operadora Unimed no mercado de saúde suplementar em Alagoas, nos aspectos estratégico, econômico e financeiro. Conclui-se que a ação de sustentabilidade assume outras características, englobando o público interno e externo, além do investimento da preservação ambiental, mas, não necessariamente, não privilegiando uma categoria em particular.

 

Referências

AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR - ANS – Disponível em www.ans.gov.br.

ARAÚJO, G. C. de. BUENO, M. P. SOUSA, A. A. de. e MENDONÇA, P. S. M. Sustentabilidade Empresarial: conceitos e indicadores. 2006.

BRAGA, Roberto. Fundamentos e Técnicas de Administração Financeira. São Paulo: Atlas, 1989.

CAVALCANTI, Clóvis, Sustentabilidade: mantra ou escolha moral? Uma abordagem ecológico-econômica, Dez/2011.

COSTA, Nilson do Rosário, O regime regulatório e o mercado de planos de saúde no Brasil, Ago/2007.

DOMINGUES, Ronald. Análise de Liquidez de uma Empresa. 2003.

DUARTE, Cristina Maria Rabelais, UNIMED: história e características da
Cooperativa de trabalho médico no Brasil, Ago/2001.

FACHINI, Cristina. Sustentabilidade Financeira e Custos de Transação em uma Organização de Microcrédito no Brasil. Piracicaba: ESALQ/USP, 2005.

GAWLAK, Albino; TURRA, Fabiane Ratzke. Cooperativismo: filosofia de vida para um mundo melhor. 5. ed. Curitiba: Linarth, 2001
GREGOLIN, Maria do Rosário. Foucault e Pêcheux na Construção da análise do discurso: Diálogo e Duelo/ Maria do Rosário Gregolin – São Carlos: Editora Claraluz, 2004, 210 p. :21 cm, Editora Claraluz.

GOMES, Kristina. O Início da Crise Financeira Mundial. 2008.

GUITMAN, Lawrence J. Princípios de Administração Financeira. 7ª Ed. São Paulo: Harbra, 1997.

JUNIOR, Aluísio Gomes da Silva, Experiências de avaliação do setor suplementar de saúde: contribuições da integralidade, Nov/2007.

MARTINS, Eliseu; ASSAF NETO, Alexandre. Administração Financeira: as finanças de empresas sob condições inflacionárias. São Paulo: Atlas, 1986.

NAPOLITANA, Giuliana. O Mundo Aprendeu com 1929. Revista Exame, Edição 929, Ano 42, n° 20, Editora Abril – 22/10/2008.

PIETROBON, Louise, Saúde suplementar no Brasil: o papel da Agência Nacional de Saúde Suplementar na regulação do setor, Ago/2008.

ROMANINI, Vinícius. Portal Exame: o valor da sustentabilidade. 2007.

ROMULO, Murilo. Efeitos e Soluções da Crise Econômica de 2008. 2008.

SALVATORI, Rachel Torres, A agência Nacional de Saúde Suplementar – ANS: Onze anos de Regulação dos Planos de Saúde, Dez/2011.

SESTELO, José Antônio de Freitas, Saúde suplementar no Brasil: abordagens sobre a articulação público/privada na assistência à saúde, maio/2013.

STIVALI, Matheus, Regulação da Saúde Suplementar e Estrutura Etária dos Beneficiários, Jun/2011.

VIEIRA, Marcelo Milano Falcão, O Campo da Saúde Suplementar no Brasil, Mar/2005.

UNIBANCO. Conceito de Sustentabilidade.
Publicado
2019-12-28