A Música na Educação Infantil

  • Rosângela de Medeiros Colodel Dos Santos
Palavras-chave: Educação infantil ensino e aprendizagem, música.

Resumo

O presente artigo destaca que a música faz parte da cultura da criança e a música é de suma importância para o desenvolvimento da criança. São diante das atividades de musicais que auxilia no desenvolvimento físico, cognitivo, a música por ser de natureza lúdica estabelece sensações de conforto e paz. O objetivo geral é analisar nas literaturas a percepção do professor de educação infantil atividades pedagógicas com o uso da música. Tendo como metodologia estudo bibliográfico revisão de literaturas. O resultado da pesquisa realizada foi feita uma comparação entre os teóricos que comprovam que a música favorece a tranquilidade, possibilitando a socializações e a aprendizagem e o uso  de atividades pedagógicas musicais contribuem para o desenvolvimento social, cognitivo, psicológico e o desenvolvimentos das múltiplas linguagens pois, o    desenvolvimento integral da criança depende do meio sociocultural.

 

Referências

ALMEIDA, Renato. A História da Música Brasileira. Universidade do Texas, F. Briguiet: ano de 1926.

ANDRADE, Mário. Pequena História Da Música. Martins Editora, ano de 1980.

ANDRADE, Daniela Barros da Silva Freire. Psicologia: desenvolvimento e aprendizagem em bebes e crianças pequenas. —Cuiabá: Ed UFMT,2007.

BARRETO, Sidirley de Jesus. Psicomotricidade: educação e reeducação. 2. Ed. Blumenau: Acadêmica, 2000.

BELLO, Tânia contribuição da música para o desenvolvimento infantil, Cuiabá: Ed UFMT,2004.

BUENO, ROBERTO. Pedagogia da Música-Volume 1. Jundiaí, Keyboard,
2011. Pedagogia da Música-Volume 2. Jundiaí, Keyboard, 2012.

BRASIL. Lei de Diretrizes e bases da Educação Nacional nº 9394, 20 de dezembro de 1996.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais de Arte. Brasília, 1997.

BRASIL. Parecer do Conselho Federal de Educação nº 540 de 10 de fevereiro de 1977. Sobre o tratamento a ser dado aos componentes curriculares previstos no art. 7º da Lei nº 5.692/71. Brasília, 1977.

BRASIL, Plano Decenal de Educação para todos. Brasília: MEC, 1993.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Arte/ Secretaria de educação Fundamental. -Brasília: MEC/SEF, 1997.

BRASIL, Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental, Referencial Curricular nacional para a educação infantil/Ministério da Educação para educação infantil / Ministério da educação e do Desporto, Secretaria da Educação Fundamental. - Brasília: MEC/SEF,1998.

BRASIL, Secretaria da Educação Fundamental. Referencias Curriculares Nacionais para a educação Infantil: Artes-Brasília MEC./SEF,1998.

BRASIL. Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Brasília, v. 3. Conhecimento de Mundo. MEC/SEF, ano de 1998.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Nº 9.394 de 20 de
Dezembro do ano 1996.

BELLOCHIO, Claúdia Ribeiro. Educação Musical: olhando e construindo na
Formação e Ação de professores. Revista da ABEM, Porto Alegre: Associação Brasileira de Educação Musical, nº6, p.41-47, set. de 2001.

BRÉSCIA, Vera Lúcia Pessagno. Educação Musical: bases psicológicas e ação preventiva. São Paulo: Átomo, 2003.

BRITO, Teca Alencar. A música na educação infantil. São Paulo: Petrópolis, 2003.

CORIANO, Zailda, Use música para ensinar idioma, abril, 2009. CHIARELLI, Lígia Karina Meneghetti. A música como meio de desenvolver a inteligência e a integração do ser, Revista Recre@rte Nº3 Junho do ano de 2005: Instituto Catarinense de Pós-Graduação. Acessado em 12/04/2020.

CHIZZOTTI, A. A pesquisa em ciências humanas e sociais. São Paulo: Cortez, ano de 1991.
DAVIDOFF, Carlos. Bandeirantismo: verso e reverso. São Paulo: Brasiliense 8ª
ed, ano de 1994.

DELALANDE, F. Pedagogia musicale d’eveil. Paris: Institut National de
l‟Audiovisual, ano de 1979.

ELMERICH,Luis. História da música. São Paulo: Editora Fermata do Brasil, ano de 1979.

FARIA, Márcia Nunes. A música, fator importante na aprendizagem.2001

FERREIRA, Martins. Como usar a música na sala de aula, 4 Ed., São Paulo,
contexto,2005.

GAINZA, Violeta Hemsy de. Estudos de Psicopedagogia Musical. 3. Ed. São Paulo: Summus,1988

GIORDANI, M. C. História de Roma; Antiguidade. Clássica II 8ª ed. Petrópolis: Vozes, 1985.
JEANDOT, Nicole. Explorando o universo da música. 2.ed.São Paulo: Scipione. 1997

NOGUEIRA, Ana Tereza de Oliveira; a música para o desenvolvimento da criança. Cuiabá EdUFMT,2007.

NOGUEIRA, Monique Andries. A música e o desenvolvimento da criança, 2004.

PENNA, Maura. Música e seu ensino 2.ed.rev.e ampl-portp alegre: Sulina, 2014.

PENNA, Maura. Música(s) e seu ensino. Porto Alegre: Sulina, 2008.

PIAGET, Jean. A formação do símbolo na criança. 3 ed. Rio de Janeiro: LTC, 1964.

SOUZA, J. Org. Música, Cotidiano e Educação Porto Alegre: Universidade. Estadual do Rio Grande do Sul, 2000.

SOUZA, Ila Maria Silva. MELLO, Luciana Stringhetta. Currículo na Educação Infantil/ fascículo - Cuiabá : EdUFMT, 2008.

SOUZA, Cássia Virginia Coelho de Linguagens na Educação Infantil V:linguagens artísticas- Cuiabá: EdUFMT,2008.

SNYDERS, Georges. A escola pode ensinar as alegrias da música? São Paulo: Cortez, 1992.
STEFANI, G. Para Entender a Música São Paulo: Editora Globo, 1989.

WEIGEL, Anna Maria Gonçalves. Brincando de Música: Experiências com Sons, Ritmos, Música e Movimentos na Pré- Escola. Porto Alegre: Kuarup, 1988.

PENNA, Maura. Música(s) e seu ensino. Porto Alegre: Sulina, 2008.

SNYDERS, Georges. A escola pode ensinar as alegrias da música? São Paulo: Cortez,

MARSICO, Leda Osório. A criança e a música: um estudo de como se processa o
desenvolvimento musical da criança. Rio de Janeiro: Globo, 1982.
Publicado
2020-07-06