Estudo Organizacionais Críticos: Análise de uma Gestão Escola, Observaçãoes em duas Escolas Estaduais no Município de Parnaíba

  • Katiana de Oliveira Silva Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí – IFPI
  • Layanne da Costa Silva Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí – IFPI
  • Maria Durciane Oliveira Brito Universidad Tecnológica Intercontinental - UTIC
  • Maria Clara de Assis Carvalho Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí – IFPI
  • Suêdes Gomes da Silva Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí – IFPI
  • Eline Cristina de Paula Silva ISEPRO
Palavras-chave: Escola, Gestão, Alunos, Professores

Resumo

O presente artigo aborda a análise de uma gestão escolar realizado mediante as pesquisas e observações em duas escolas da cidade de Parnaíba-PI, onde foram identificadas algumas falhas dos gestores nas instituições de ensino não havendo participação dos mesmos nas atividades escolares. O nosso objetivo geral é promover resultados coletados, analisando assim uma mudança sobre como se deve desempenhar uma boa gestão, uma boa atuação de um gestor e suas contribuições no desempenho escolar. Como objetivos específicos apresentamos novas visões sobre o papel do gestor; especificamos como uma boa gestão contribui positivamente no desenvolvimento das instituições de ensino; mostrando assim a importância de uma gestão de qualidade no ambiente escolar; neste trabalho contamos com uma ajuda bibliográfica, contextualizando o referencial teórico. A metodologia tem caráter descritiva, pesquisa de campo, uso de artigos científicos e livros que aborda nossa temática, GIL (1999). Contudo, pouco se discute sobre essa questão, qual o sentido de uma boa gestão escolar. Portanto mediante ao assunto abordado identificamos que os gestores precisam se transformar dentro do seu espaço de trabalho, seja consigo mesmo e entre pares ou com a equipe da escola, o papel desses gestores é fazer com que esse ambiente funcione adequadamente para que os alunos e funcionários tenham boas ideias e consequentemente estarem sempre presente tomando decisões adequadas para o ambiente escolar.

 

Biografia do Autor

Katiana de Oliveira Silva, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí – IFPI

Graduanda em Licenciatura em Química.

Layanne da Costa Silva, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí – IFPI

Graduanda em Licenciatura em Química.

Maria Durciane Oliveira Brito, Universidad Tecnológica Intercontinental - UTIC

Mestranda em Ciências da Educação – UTIC- PY; Graduanda em Letras Libras – UNIASSELVI; Graduada em Pedagogia – UFPI; Especialista em LIBRAS – INTA – UFPI, Especialista em Educação Infantil – ISEPRO; Especialista em Psicopedagogia – (FIAR). 

Maria Clara de Assis Carvalho, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí – IFPI

Graduanda em Licenciatura em Química . 

Suêdes Gomes da Silva, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí – IFPI

Graduando em Licenciatura em Química. 

Eline Cristina de Paula Silva, ISEPRO

Graduada em Licenciatura em Pedagogia - UFDPar; pós graduanda em Neuropsicopedagogia - ISEPRO.

Referências

AGUIAR, Cecília Sávia Oliveira et al. Os Desafios e as Perspectivas da Gestão da Educação Especial e Inclusiva da 1º GRE de Parnaíba–PI. RACE-Revista de Administração do Cesmac, v. 7, p. 66-75, 2020.

BASS, B. M. O Manual de Liderança: Teoria, Pesquisa e Aplicações Gerenciais.
4.ed. Nova York: Free Press, 2008.

BATISTA, F.F. A gestão da qualidade total da escola (GQTE): novas reflexões – Brasília: IPEA, 1994 (RI IPEA/ CPS, n. 32/94)

BRASIL. Lei Nº. 9.394 de 20 de dezembro de 1996. Ministério da Educação. Disponível em: < http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/lei9394_ldbn1.pdf >. Acesso em: 17de JUN. 20

BRASIL. LEI DE DIRETRIZES E BASES DA EDUCAÇÃO NACIONAL, Lei n°. 9.394, de 20 de dezembro de 1996.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa.

LIBÂNEO, J. C. Tendências pedagógicas na prática escolar. In: LIBÂNEO, J.C. Democratização da escola pública: A pedagogia crítico-social dos conteúdos 1986.

LIBÂNEO, José C, Organização e gestão da escola: teoria e pratica. 4. Ed. Goiânia: alternativa, 2001.

LÜCK, H. Liderança em gestão escolar. 7.ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2011.

LÜCK, Heloísa. Avaliação de desempenho na escola: Texto de orientação de oficina. Curitiba: CEDHAP, 2002

LUCK, Heloisa. (Org). Gestão escolar e formação de gestores. EM Aberto, V, 17, n. 72, p. 1-195,fev/jun. 2000.

MENDONÇA, Fabiana Luzia de Rezende; SILVA, Daniele Nunes Henrique. Formação docente e inclusão: para uma nova metodologia. Curitiba: Appris, 2015.

PEREIRA, C. A. R. A educação especial na formação de professores: um estudo sobre os Cursos de Pedagogia das Universidades Federais do Estado de Minas Gerais (Dissertação de Mestrado). Universidade de Uberaba, Uberlândia, Minas Gerais, Brasil, 2019.

POLON, T. L. P. Perfis de Liderança e seus reflexos na Gestão Escolar. In: 34a REUNIÃO ANUAL DA ANPED, 2011, Anais... Natal: Centro de Convenções, 2011. Disponível em: . Acesso em: 17 JUN 2020

SANT’ANNA, C. S. Os Sistemas Educacionais Municipais e a Prática da Gestão Democrática: Novas Possibilidades e Concretização. 2011.

SAVIANI, Demeval. Escola e Democracia. 42° ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2012. (Coleção polêmicas do nosso tempo;5).
Publicado
2021-01-23