A Importância da Educação Ambiental nas Escolas Públicas de Ensino Fundamental

  • Aluízio Antônio Fortunato Universidad Tecnológica Intercontinental - UTIC
Palavras-chave: Ambiental, Educação, Escola, Comunidade, Preservação

Resumo

A importância da Educação Ambiental é relevante no contexto das Escolas Públicas de Ensino Fundamental, podendo ser considerada uma das formas de se conquistar uma sociedade sustentável, como também uma forma de transformá-las em espaços de conscientização ambiental. Este trabalho teve como objetivo investigar a importância da Educação Ambiental nas escolas públicas de ensino fundamental na visão de gestores, professores e pais dos alunos. A pesquisa com enfoque quantitativo e exploratório com a aplicação de questionários foi realizada na Escola Municipal de Ensino Fundamental Padre Chiquinho localizada no Municipio de Porto Velho (RO). A intenção foi que a partir da divulgação dos resultados obtidos, o Sistema Municipal de Educação passe a adotar medidas e inovação em sua proposta curricular para o desenvolvimento das praticas de Educação Ambiental nas escolas.

Biografia do Autor

Aluízio Antônio Fortunato, Universidad Tecnológica Intercontinental - UTIC

Formação em Direito, pela Faculdade de Ciências Humanas, Exata e Letras de Rondônia - FARO; Bacharelado e Licenciatura em Geografia, pela Universidade Federal de Rondônia – UNIR; Pós-Graduação em Metodologia do Ensino Superior, pela Universidade Candido Mendes – UCAM-RJ; Pós-Graduação em Direito Civil e Direito Processual Civil, pela FARO. Mestre em Ciência da Educação - Universidad Tecnológica Intercontinental-UTIC; Pós Graduado em Direito Urbanístico e Ambiental – Universidade Anhanguera-UNIDERP;

Referências

ADAMS, B G. Definições de Educação Ambiental. Projeto Apoema – Educação Ambiental. Disponível em: . Acesso em: 20/09/2019.
ALVES, R.A. O amor que acende a lua. Campinas, SP: Papirus Editora. 1999.
BRASIL. Lei de Diretrizes e Base da Educação – LDB. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação nacional. Disponível em: . Acesso em: 05/12/2019.

______. Lei nº 9.795, de 27 de abril de 1999. Institui a Política Nacional de Educação Ambiental e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 10/11/2019.

______. Lei no 8.069, de 13 de julho de 1990. Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e dá outras providências. Brasília – DF: Diário Oficial da República Federativa do Brasil, 1990. Disponível em: . Acesso em: 05/12/2019.

_______. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). Censo Educação Básica. Catálogo das Escolas. Brasília: MEC, 2019. Disponível em: https://inepdata.inep.gov.br/analytics/saw.dll?dashboard. Acesso em 20/09/2019.

CARNEIRO, B. S., OLIVEIRA, M. A. S. e MOREIRA, R. F. Educação Ambiental na escola pública. Revista Brasileira de Educação Ambiental / Rede Brasileira de Educação Ambiental. – V. 11, Nº 1 (mar. 2016). São Paulo, SP: Rede Brasileira de Educação Ambiental, 2016.
COSTA, V. V. da, CARVALHO, N. D., MACHADO, A. A. N. e BOLFE, J. S. Educação Ambiental: O Papel Dos Gestores Escolares. Revista Saúde Meio Ambiente. v. 7, n. 1, jan./jun. 2018. – Mafra, SC: Editora UnC, 2018. p. 41-54. Disponivel em . Acesso em 02/12/2019.

FERREIRA, A. C. B. S. G. A cidadania ambiental na perspectiva da família. Revista Eletrônica Thesis, São Paulo, ano XI, n. 21, 1° semestre, 2014. p. 91-109. Disponível em: . Acesso em: 20/09/2019.
JESUS, L. M. S. de, JÚNIOR, M. N. e SANTOS, L. A. dos. Educação Ambiental: concepções e práticas pedagógicas de professores do ensino fundamental da rede pública e privada em Itabaiana, Sergipe. REMEA – Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental - Volume Especial - jul/dez 2016. Rio Grande do Sul: FURG, 2016. p, 213-236. Disponível em: . Acesso em 20/09/2019.
LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Fundamentos de Metodologia Científica. São Paulo: Atlas, 1991.
OLIVEIRA, J. C. P., et al. O questionário, o formulário e a entrevista como instrumentos de coleta de dados: vantagens e desvantagens do seu uso na pesquisa de campo em ciências humanas. In III Congresso Nacional de Educação. Rio Grande do Norte. 2016. Disponível em: https://www.editorarealize.com.br/editora/anais/conedu/2016/TRABALHO_EV056_MD1_SA13_ID8319_03082016000937.pdf. Acesso em: 20/09/2019.

PAIVA, Helena Maria Gomes de. A importância e a necessidade da parceria família x escola. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia), Centro de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Macau, 2017. Disponível em: . Acesso em: 02/12/2019.

PINA, J. C. et al. Horta orgânica em escola municipal como instrumento de educação ambiental. In: A educação enquanto fenômeno social: política, economia, ciência e cultura / Organizador Américo Junior Nunes da Silva. Ponta Grossa - PR: Atena, 2020. Disponível em: https://www.finersistemas.com/atenaeditora/index.php/admin/api/artigoPDF/41565. Acesso em: 05/01/2020.

PRODANOV, C. C.; FREITAS, E. C. de. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2. ed. Novo Hamburgo: Feevale, 2013.

SANTOS, Osmair Oliveira dos. O uso da tecnologia como ferramenta pedagógica no ensino de geografia. Dissertação (Mestrado em Geografia) Fundação Universidade Federal de Rondônia. Porto Velho/RO: UNIR, 2009. p. 57. Disponível em: . Acesso em: 20/12/2019.

SILVA, Heloina Oliveira da; BEZERRA, Renilton Delmundes . A importância da educação ambiental no âmbito escolar. Revista Interface, Edição nº 12, dezembro de 2016: Botucatu, 2016. p. 163-172. Disponível em: file:///C:/Users/36724/Downloads/2007-Texto%20do%20artigo-16309-1-10-20170206.pdf. Acesso em: 20/11/2019.
Publicado
2021-04-01