Educação à Distância na Atualidade: Perspectivas e Desafios

  • Guidoelier Zaldivar Gonzalez Instituto Educacional Guido - IEG
Palavras-chave: Contexto Educacional, Educação à Distância, Tecnologias da Informação

Resumo

Este artigo intitulado “Educação à distância na atualidade: perspectivas e desafios” tem por objetivo analisar alguns aspectos da educação à distância na contemporaneidade, onde vivenciamos a chamada sociedade da informação, presente em vários países, entre eles o Brasil. Observa-se que, nessa sociedade os processos de comunicação e informação têm feito uso massivo de tecnologias, o que tem levado tanto o governo e iniciativa privada a implementarem investimentos em tecnologias, que inclusive podem ser usadas nos processos educacionais. Dessa forma, o acesso à informação e comunicação através dos serviços de internet, vem requerer a viabilização do acesso dessa sociedade em rede mediante a educação digital. Nesta perspectiva, a ótica da educação à distância na atualidade vem sendo mediada por tecnologias, onde essa modalidade permitiu a inclusão de muitas pessoas no processo educativo através da existência de novas salas de aula agora no formato virtual, mediante a internet, vem propiciando esse o novo ensino à distância. Nesta pesquisa, utilizou-se como referencial metodológico a pesquisa bibliográfica, mediante a seleção e análise bibliográfica de artigos, teses, revistas eletrônicas e legislação que abordam a presente temática. Neste sentido, apontam-se alguns resultados parciais que sinalizam a importância que a educação a distância vem trazendo na atualidade, principalmente por contribuir para o acesso e inclusão de alunos nas diversas modalidades de ensino. Por fim, através desta análise, considera-se que, na atualidade a legislação educacional permitiu a concretização do ensino à distância, cujo modus operandi vem fazendo de tecnologias modernas que permitem cada vez o alcance e quebra de barreiras geográficas, favorecendo a expansão do processo educativo enquanto um todo.

 

 

Biografia do Autor

Guidoelier Zaldivar Gonzalez, Instituto Educacional Guido - IEG

Doutorando em Ciências da Educação, Mestre em Ciências da Educação, Especialista em Psicopedagogia Clínica e Institucional, Especialista em Docência do Ensino Superior, Especialista em Educação a Distância, Especialista em Tutoria para Educação a Distância, Especialista em Atendimento Educacional Especializado, Especialista em Neuropsicopedagogia, Graduado Licenciatura em Pedagogia , Graduado Licenciatura em Letras- Língua Portuguesa, Graduando em Licenciatura em Educação Especial, Graduando em Licenciatura em Biologia e Graduando em Marketing. O mesmo possui experiência em Educação Infantil e Ensino Fundamental, na Coordenação Pedagógica e atua como professor de cursos de graduação e de Pós-Graduação Especialização nas disciplinas: Metodologia do Trabalho Académico, Educação Especial Inclusiva, História da Educação, Metodologia da Língua Portuguesa, Literatura Infanto-juvenil, Literatura Brasileira. Orientador de trabalhos de conclusão de curso TCC em graduações e pós-graduações.

Referências

ALVES, Lynn; NOVA, Cristiane. Educação à distância: limites e possibilidades. São Paulo: Lynn, 2003.

AZEVEDO, Adriana Barroso; SATHLER, Luciano. Educação a Distância diante dos desafios de uma formação inclusiva. São Paulo: ABED, 2009.

BELLONI, Maria Luisa. Educação a Distância. Campinas, Autores Associados, 2012.

BRASIL. Lei no. 9.394, de 20 dez. 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 23 dez. 1996.

. Decreto no. 5.622 de 19/12/2005. Brasília: Diário Oficial da União, 20/12/2005.

CUNHA, Silvio Luiz Souza. Reflexões sobre o EAD no ensino da Física. Revista Brasileira de Ensino de Física, São Paulo, v. 28, n. 2, 2006.

DE OLIVEIRA SANTOS, Ana Paula; DAS GRAÇAS ALVES, Ivoneide; DA SILVA, Alline Cristina Moraes. A Educação como Agente e Produto da Sociedade da Comunicação e Informação. RACE-Revista de Administração do Cesmac, v. 6, p. 14-23, 2020.

FERREIRA, Ruy. A Internet como ambiente da Educação à Distância na Formação Continuada de Professores. Universidade Federal do Mato Grosso. Dissertação de Mestrado: Cuiabá, 2000.

GARCIA, Wilton. Educação, tecnologia e subjetividade: aproximações estratégicas. Revista Cientifíca Internacional, Campos dos Goytacazes, ano IV, n. 16, jan./mar. 2011.

MOORE, M. G.; KEARSLEY, G. Educação a Distância: uma visão integrada. Tradução de Roberto Galman. São Paulo: Thomson Learning, 2007.

OLIVEIRA, Mariza da Gama Leite de. A capacitação do professor para o uso das tecnologias da informação e comunicação. Cuiabá: Propp, 2003.

PONTES, Edel Alexandre Silva. O professor ensina e o aluno aprende: questões teóricas no processo de ensino e aprendizagem de Matemática. RACE-Revista de Administração do Cesmac, v. 4, p. 111-124, 2019.

RONDELLI, E. As experiências das redes de universidades virtuais no Brasil. In: Carmem Maia. Guia Brasileiro de Educação à Distância. São Paulo: Editora Esfera, 2002.

SCHERER, Suely. BRITO, Gláucia. Educação a distância: possibilidades e desafios para a aprendizagem cooperativa em ambientes virtuais de aprendizagem. Educar em Revista, Curitiba, Brasil, Edição Especial n. 4/2014, p. 53-77. Editora UFPR.

TAVARES, Valéria Ribeiro de Carvalho. O ambiente inovador da EAD: agente de mudanças e transformações das práticas pedagógicas. São Paulo: Universia, 2008.
Publicado
2021-05-11