EDUCAÇÃO SEXUAL NO CONTEXTO HISTÓRICO, SOCIAL E POLÍTICO

  • Antonio Fernando Santos Universidad Tecnológica Intercontinental

Resumo

Quase um século depois das primeiras tentativas de organizar um programa de educação sexual nas escolas brasileiras, o “sexo bem educado” certamente não pertence mais ao universo positivista e eugenista das primeiras décadas do século XX. O novo “sexo bem educado” passou agora a ocupar territórios vizinhos, como a ideia de “sexo responsável”, “sexo saudável” e “sexo seguro”. Se relacionarmos o processo de escolarização à disciplinarização dos corpos de crianças e jovens, veremos que a educação do sexo encontrou seu lugar privilegiado na escola desde muito cedo. O referido trabalho tem como finalidade abordar a trajetória da educação sexual em seu contexto histórico, sócio e político desde o século XIX até os dias atuais. Através de uma pesquisa bibliográfica foi feito uma análise dos fatos que marcaram a produção discursiva e as práticas pedagógicas da educação sexual no cenário nacional, bem como destacamos os intelectuais sergipanos que nas décadas de 1920 à 1960 defendiam e acreditavam na coeducação. Palavras Chaves: educação sexual, práticas escolares, diversidade sexual.
Publicado
2019-02-24