A INSERÇÃO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NA FORMAÇÃO DOCENTE DO ENSINO SUPERIOR

  • Dimas José Francisco Centro Universitário CESMAC
  • Marcelo Ricardo Mello Loureiro Lima Centro Universitário Cesmac
Palavras-chave: tecnologias da informação e comunicação (TICs); conhecimento; formação profissional docente.

Resumo

O artigo busca compreender as relações entre as Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) e a intensificação da formação profissional docente. As novas tecnologias computacionais oferecem recursos para auxiliar as aulas e incrementar o processo de ensino-aprendizagem. Os recursos dessas tecnologias favorecem o processo de transformação educacional e criam ambientes de aprendizagem que enfatizam a assimilação do conhecimento; sua integração com o trabalho promove a formulação de propostas modernas de ensino. Diante deste novo paradigma educacional emergente, há de se pensar no que realmente é necessário ao professor para, não só participar deste contexto, mas gerir as mudanças que afloram dentro e fora da escola no novo mundo da sociedade do conhecimento.

Referências

ALMEIDA, Maria E. Educação a distância e tecnologia: contribuições dos ambientes virtuais de aprendizado. São Paulo: s.e, 2005.
___________________. Educação, ambientes virtuais e interatividade. In: SILVA, Marco (org) Educação on line . São Paulo: Loyola, 2003. pp. 201 – 215.
BARRETO, Edna S. A escola e as tecnologias inteligentes. In: ALVES, Lynn et all (org). Educação a distância. São Paulo: Futura, 2001.
BOLZAN, Regina. Conhecimento tecnológico e o paradigma educacional. 1998. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) - Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, UFSC, Florianópolis.
CANDAU, Vera Maria (org.). Magistério: construção cotidiana. Petrópolis: Vozes, 1999.
CUNHA, Maria Isabel. O professor universitário na transição de paradigmas. Araraquara, SP: JM, 1998.
DORNELLES, Beatriz, BIZ, Osvaldo. Jornalismo solidário. Porto Alegre: GCI, 2006.
FERREIRA, Marcelo. Ensino à distância pela Internet. Disponível na Internet. , 1999.
FUSARI, Maria Per. Tecnologia de comunicação na escola como elo com a melhoria das relações sociais: perspectiva para a formação de professores mais criativos na realização desse compromisso. In: ABT Tecnologia Educacional. Rio de Janeiro: ano XXIII, nº 3 - 113/4, jul./out. de 1993, p. 25.
GOLEMAN, Daniel. Inteligência emocional: a teoria revolucionária que redefine o que é ser inteligente. 8.ed. Rio de Janeiro: Objetiva. 1995.
KENSKI, Vani Moreira. Em direção a uma ação docente mediada pelas tecnologias digitais. In: BARRETO, Raquel G. (org) Tecnologias educacionais e educação a distância: avaliando políticas práticas. Rio de Janeiro: Quartet, 2001. pp. 74 – 84.
______, Vani Moreira. Tecnologias e ensino presencial e a distância. Campinas, Ed. Papirus, 2003.
______, Vani Moreira. Educação e tecnologias: o novo ritmo da informação. Campinas, SP: Papirus, 2008.
LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. A. Metodologia do Trabalho Científico. São
Paulo: editora Atlas, 2011.
LÉVY, Pierre. Inteligência Coletiva: por uma antropologia do ciberespaço. São Paulo: Loyola, 1999.
MERCADO, Luís Paulo Leopoldo (Org). Novas tecnologias na educação: reflexões sobre a prática. Maceió: Edufal, 2002.
__________, Luís Paulo Leopoldo (Org). Tendências na utilização das tecnologias da informação e comunicação na educação. Maceió: Edufal, 2004.
___________, Luís Paulo Leopoldo. Integração de mídias nos espaços de aprendizagem. Em Aberto / Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Brasília, v.22, n. 79, p. 5-6, jan 2009.
MONTEIRO, A. V.; COSENTINO, A.; MERLIN, L. Tendências pedagógicas e ensino à distância: conjeturas em direção a uma universidade colaborativa. In: A GESTÃO acadêmica em debate. Florianópolis: Insular, 2000. cap. 5, p. 151-183.
MORAES, Maria Cândida. O paradigma educacional emergente. p.66-68. Campinas: Papirus, 1997.
MORAN, José; MASETTO, Marcos; BEHRENS, Marilda. Novas tecnologias e mediação pedagógica. Campinas: Papirus, 2000.
PEREIRA, Potiguara Acácio. Pedagogia do Sujeito. In: FURNALETTO, Ecleide (Org). A Escola e o Aluno – Relações entre o sujeito-aluno e o sujeito-professor. São Paulo: Avercamp, 2007, p. 19-31.
PERRENOUD, Phillipe. Dez novas competências para ensinar. Porto Alegre: Artmed, 1999.
PRETTO, Nelson de Luca. Uma escola sem/com futuro. Campinas: Papirus, 1999.
RESOLUÇÃO 03/98 – Câmara de Educação Básica do CNE disponível em acesso em 11/2010 –
VALENTE, José Armando et al. O Computador e a Sociedade do Conhecimento. Campinas: UNICAMP/UFES, 1999.
UNESCO, Educação um Tesouro a Descobrir. Editora Cortez, Brasília. DF: MEC: 1999.
WOOD JR, Thomaz. Reformando o ensino e o aprendizado de gestão da produção e operações. In: SIMPOI, 2., 2000. São Paulo. Anais... São Paulo: EAG/FGV, 2000.
Publicado
2019-04-11