HEMANGIOMA : RELATO DE CASO

  • Fernanda Braga Peixoto CESMAC

Resumo

Hemangioma

É um tumor benigno comum caracterizado pela ploriferação dos vasos sanguíneos, sendo mais comum em recém-nascidos, embora possa se desenvolver nos adultos. Em muitas situações, apresenta-se em forma de hamartoma (tumor benigno resultante de erro no desenvolvimento de um órgão) ou malformação, ou seja, não é um neoplasma verdadeiro.  Relata-se o caso de um paciente, do gênero feminino, 45 anos, que apresentou lesão de coloração normal, consistência normal, com dor estimulada, sem mobilidade bolhosa de superfície normal e de base séssil, solitária, em região de lábio inferior, medindo 0,4x0, 5x0,2cm.  As principais hipóteses clínicas foram de mucocele.  A biópsia excisional foi conduzida e microscopicamente foram observados fragmentos de neoplasia benigna de origem vascular com vasos calibrosos localizada em mucosa revestida por epitélio estratificado pavimentoso. A Conduta realizada foi anamnese, exame clínico, fotos, biópsia excisional, mais prescrição de paracetamol 500mg e orientações pós-operatórias. Diante do exposto, hemangioma celular deve ser considerado como diagnóstico diferencial das lesões e o cirurgião-dentista deve está preparado para o correto diagnóstico e tratamento.

 

Publicado
2015-11-12