INTRUSÃO DENTÁRIA TOTAL COM REPOSICIONAMENTO CIRÚRGICO E PROSERVAÇÃO DE 1 ANO: RELATO DE CASO CLÍNICO.

  • Karlla Almeida Vieira Centro Universitário Cesmac

Resumo

O traumatismo dentário é uma lesão, produzida por ação violenta, que acomete na maioria das vezes as crianças, durante a primeira infância.As intrusões traumáticas são os resultados de um impacto direto, golpeado na borda incisal numa direção axial, deslocando o dente para o interior do seu alvéolo, gerando um dano máximo à polpa e às estruturas de suporte do dente.

As causas etiológicas mais freqüentes dos traumatismos dentários na infância são as quedas. É importante destacar também que existem fatores de risco individuais e coletivos, também chamados de predisponentes, tais como temperamento, obesidade, alterações neurológicas (doença convulsiva e retardo mental), características faciais (overjet acentuado) e estruturação familiar (abuso físico e maus-tratos) que podem tornar as crianças mais suscetíveis a sofrerem injúrias traumáticas. Cerca de 90% das injúrias afetam a maxila e devido à disposição anatômica, os incisivos centrais superiores são os dentes mais freqüentemente envolvidos. O presente trabalho, tem como objetivo, relatar um caso de intrusão total, de paciente de 11 anos de idade, que foi submetida a reposicionamento cirúrgico do elemento intuído, com contenção semi-rígida. Após a proservação de 1 ano, o dente tratado endodônticamente, se encontra mantido no arco, sem sinais de infecções ou injúrias.

Publicado
2015-11-18