A IMPORTÂNCIA DA APLICAÇÃO DA METODOLOGIA ATIVA NA DISCIPLINA TURISMO INCLUSIVO

  • Valéria Goia Vasco Teixeira Instituto Federal de Alagoas
  • Maria Cledilma Ferreira da Silva Costa Instituto Federal de Alagoas
  • Liliane Gomes da Silva Instituto Federal de Alagoas
Palavras-chave: Turismo Inclusivo, Metodologia Ativa, Processo Ensino - Aprendizagem

Resumo

Este artigo tem como finalidade apresentar os resultados do Trabalho de Conclusão de Curso – TCC, como exigência para finalização do Curso de Especialização em Docência na Educação Profissional, ofertado para professores bacharéis e tecnólogos, a fim de promover a formação pedagógica, prevista na legislação vigente. Com isso, desenvolveu-se um projeto de pesquisa-ação na disciplina “Turismo Inclusivo”, integrante do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Turismo, no Instituto Federal de Alagoas/ Campus Maceió, com o intuito de desenvolver metodologias ativas na referida disciplina, tendo como um dos motivos a falta de profissionais qualificados no atendimento de pessoas com deficiência, que desejam usufruir do turismo, que atenda o deficiente visual. Por fim, conclui que a aplicação de metodologia ativa é de extrema relevância no campo da inovação, pesquisa e extensão por proporcionar mais conhecimento e autonomia aos seus egressos.

Palavras-chave:. . .

Referências

BRASIL. Ministério do Turismo. Turismo e acessibilidade: manual de orientações. Brasília, 2006.

CARTILHA 10 Dicas sobre Turismo Inclusivo/IFPE: Núcleo de Atendimento aos Alunos com Necessidades Educacionais Especiais.- Recife, 2009.20p.

Conceito Turismo Inclusivo. Disponível em: < http://focussocial.eu/noticia.php?id=204>. 2017. Acesso em: 28/06/2019

FROMER, Betty; VIEIRA, Débora Dutra. Turismo e Terceira Idade.p.12. São Paulo: Ed.Aleph.2003.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (15 de janeiro de 2013). «Áreas dos Municípios». Consultado em 10 de fevereiro de 2019.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de agosto de 2018). «Estimativas da população residente no Brasil e unidades da federação com data de referência em 1º de julho de 2018». Acesso em: 29/08/2019.

Lei 13.146/15. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2015/Lei/L13146.htm>. Acesso em: 12/04/2019.

Macedo KDS, Acosta BS, Silva EB, Souza NS, Beck CLC, Silva KKD. Metodologias ativas no ensino em saúde. Disponível em: . Acesso em: 12/04/2019.

Moreira, Marisa Macedo. A Inclusão de Pessoas com Deficiência pelo Turismo A Democratização de Benefícios na Atividade Turística. V SeminTUR/2008..

Projeto Pedagógico do Curso Superior de Tecnologia de Gestão de Turismo. 2016, p.7.

SASSAKI, Romeu Kazumi. Inclusão: construindo uma sociedade para todos. Rio de Janeiro: WVA, 1997. RJ. 176p.

SASSAKI, Romeu Kazumi. Inclusão no lazer e turismo: em busca da qualidade de vida. São Paulo: Áurea, 2003. 128p.

Disponível em: . Acesso em: 30/03/2019.
Disponível em: . Acesso em: 07/04/2019.

Disponível em: . Acesso em: 12/04/2019.

Disponível em: . Acesso em: 12/04/2019
Publicado
2019-08-15