Um Olhar Crítico Sobre o Currículo Escolar: Do Tradicional ao Multicutural

  • Iva Vieira Mascarenhas Universidad Columbia del Paraguay
  • Regiane Giori Universidad Columbia del Paraguay
Palavras-chave: currículo; visão histórica; criticidade; transformação social.

Resumo

A construção do currículo escolar como prática social envolve questões complexas de poder. Uma forma de compreendê-lo é associá-lo ao contexto histórico em diferentes tempos e espaços. Assim, o objetivo desse trabalho é refletir sobre as teorias do currículo escolar a partir de uma perspectiva histórica: do tradicional ao multicultural. A pesquisa é de abordagem qualitativa, de cunho bibliográfico, apoiada em autores como Vasconcellos (1995), Gesser (2002), Veiga (2002) e Silva (2010), entre outros. Os resultados revelam que conforme a sociedade foi se transformando as concepções de currículo também mudaram influenciadas pelo contexto sociocultural de cada período histórico. A diferença marcante das teorias tradicionais as teorias críticas e pós-críticas está na questão de poder embutida no currículo – currículo oculto. Embora o currículo multicultural atenda em parte as expectativas atuais é preciso criticidade. No currículo não há neutralidade, ele traz ideologias que podem contribuir ou não para uma educação inovadora.

 

Biografia do Autor

Iva Vieira Mascarenhas, Universidad Columbia del Paraguay

Mestranda em Ciências da Educação, pela Universidad Columbia del Paraguay (Assunção), Especialista em Supervisão Escolar. Graduada em Normal Superior (FAETEC). 

Regiane Giori, Universidad Columbia del Paraguay

Mestranda em Ciências da Educação, pela Universidad Columbia del Paraguay (Assunção), Especialista em Gestão Escolar (Universidade Européia de Vitória).Graduada em Pedagogia (UNIUBE). 

Referências

FORQUIM, Jean-Claude. O currículo entre o relativismo e o universalismo. Educação & Sociedade. vol.21 no.73 Campinas Dec. 2000.
FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: Saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.
GESSER, Verônica. A evolução histórica do currículo: dos primórdios à atualidade. Contrapontos, ano 2, n.4, Itajaí, jan/abr, 2002.
GILL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas da pesquisa social. 6ª ed. São Paulo. Atlas S.A, 2008.
LOPES, Alicei Casimiro; MACEDO, Elizabeth. Teorias De Currículo. São Paulo: Cortez, 2011.
LUCKEZI, Cipriano Carlos. Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez, 1994.
MINAYO, Marília Cecília de Souza (Org.). Pesquisa Social: teoria, método e criatividade. Petrópolis, RJ: Vozes, 2003.
MORAN, José Manuel. A educação que desejamos: novos desafios e como chegar lá. 5ª ed. Campinas: Papirus, 2012.

MOREIRA, Antônio Flávio Barbosa. Currículos e programas no Brasil. Campinas: Papirus, 1990.
_____ (Org.). Currículo: Questões atuais. Campinas, SP: Papirus, 1997. (Coleção Magistério: Formação e Trabalho Pedagógico).
MOREIRA, Antônio Flávio Barbosa; SILVA, Tomaz Tadeu da (Org.). Currículo, cultura e sociedade. 2. ed. São Paulo: Cortez, 1997.
SILVA, Tomaz Tadeu da. Documentos de Identidade: Uma introdução às teorias do currículo. 3ª Edição. Editora Autêntica. 2010.
VASCONCELLOS, C. S. Planejamento: plano de ensino-aprendizagem e projeto educativo. São Paulo: Libertad, 1995.
VEIGA, Ilma P. Alencastro (Org.) Projeto Político-Pedagógico da escola: Uma construção possível. Papiros editora; 2002. (Coleção Magistério: Formação e trabalho pedagógico)
Questões atuais. Campinas, SP: Papirus, 1997. (Coleção Magistério: Formação e Trabalho Pedagógico).
Publicado
2020-06-03