A COOPERATIVA-ESCOLA E A FORMAÇÃO HUMANA E PROFISSIONAL DOS ALUNOS DO CURSO TÉCNICO EM AGROPECUÁRIA, SEGUNDO OS PRINCÍPIOS DO COOPERATIVISMO

  • Regina Maria Mendes de Albuquerque Alves Instituto Federal de Alagoas

Resumo

Introdução: O cooperativismo está estruturado em diversos ramos, e no ramo educacional, pode-se ressaltar a modalidade de Cooperativa-Escola. Objetivo:  Esta pesquisa analisou as contribuições da Cooperativa-Escola na formação humana e profissional dos alunos do 3º ano do curso Técnico em Agropecuária de uma Instituição Federal de Ensino, segundo os princípios do Cooperativismo. Métodos: Estudo transversal, com abordagem quanti-qualitativa. A amostragem foi probabilística aleatória simples para os discentes e por conveniência para os docentes. Os dados foram coletados junto aos professores e alunos, através da aplicação de entrevistas e questionários, que foram tabulados e analisados no software Excel®. Para os dados quantitativos foi realizada análise descritiva, com distribuição de frequência; e análise do discurso para os dados qualitativos provenientes das entrevistas com os docentes, e do conteúdo para as questões abertas aplicadas aos discentes. Resultados: Participaram da pesquisa 56 estudantes, três docentes e a ex-coordenadora da Cooperativa. Os resultados obtidos apontam que a Cooperativa-Escola contribuía significativamente na preparação para uma vida solidária, empreendedora e cidadã, no processo educativo e na formação profissional dos Técnicos em Agropecuária. Conclusão: Apesar da importância da Cooperativa-Escola para a formação dos estudantes, ela está passando por uma descaracterização, fugindo dos objetivos aos quais foi efetivamente criada.

 

Palavras-chave: educação; cooperativismo; economia solidária.

Publicado
2019-03-30