Revista Psicologia & Saberes https://revistas.cesmac.edu.br/psicologia <p>A Revista<strong> Psicologia e Saberes </strong>(online ISSN 2316-1124) é uma publicação que coroa o esforço dos docentes do curso de psicologia do Cesmac em realizar um debate científico amplo. No entanto, este periódico é um registro que vai além disto, pois é um espaço que institui um diálogo entre a subjetividade do conhecimento psicológico e os diversos saberes das outras ciências que também contribuem para o desenvolvimento de uma interdisciplinaridade cada vez mais premente na cultura acadêmica brasileira. Este periódico determina um campo que faz irromper a discussão e a postura crítica que a ciência de forma geral necessita para instigar o desenvolvimento social.</p> pt-BR psicologiaesaberes@cesmac.edu.br (Sérgio Venancio da Silva) sergio.venancio@cesmac.edu.br (Sérgio Venancio da Silva) Sat, 10 Feb 2024 16:11:43 -0300 OJS 3.3.0.13 http://blogs.law.harvard.edu/tech/rss 60 AURICULOTERAPIA E A SAÚDE MENTAL DOS ESTUDANTES: REVISÃO INTEGRATIVA https://revistas.cesmac.edu.br/psicologia/article/view/1582 <p class="p1">A Saúde Mental dos estudantes se constitui como um fator de vulnerabilidade em seu processo de ensino-aprendizagem, além dos aspectos relacionais que envolvem a relação do sujeito no contexto da formação. <span class="s1">Há estudos que constataram efeitos positivos da auriculoterapia</span>, no cuidado dos sintomas relativos ansiedade, depressão, estresse e distúrbios do sono. <span class="s1">Diante desse contexto, a técnica apresenta um crescimento favorável</span>, tendo em vista que a população procura por tratamentos complementares que sejam indolores, não invasivos e que não necessitem de medicação. A pesquisa objetivou descrever a importância da auriculoterapia no contexto do tratamento da saúde mental de estudantes e compreender os preceitos teóricos acerca da auriculoterapia no contexto do tratamento da Saúde Mental de estudantes a partir da análise das evidências científicas presentes na literatura. Trata-se de um Estudo de Revisão Integrativa realizado em nove artigos que atenderam aos critérios de inclusão e exclusão definidos. Os resultados apontaram que, nas últimas décadas, tem havido um aumento de interesse na auriculoterapia como método não farmacológico <span class="s1">baseado<span class="Apple-converted-space">&nbsp; </span>na<span class="Apple-converted-space">&nbsp; </span>medicina tradicional chinesa (MTC</span>) para o tratamento de transtornos mentais, <span class="s1">dentre eles destacam-se ansiedade e depressão</span>.<span class="Apple-converted-space">&nbsp; </span>A maioria dos estudos incluídos nesta revisão<span class="Apple-converted-space">&nbsp; </span>baseou-se em métodos de pesquisa quantitativos. Para promover ainda mais a Saúde Mental, recomenda-se a realização de mais estudos qualitativos, a fim de compreender as experiências das pessoas com o cuidado da auriculoterapia. Desta forma, é essencial realizar novas pesquisas que se concentrem nestas áreas para obter mais evidências científicas sobre a eficácia da auriculoterapia como ferramenta terapêutica suplementar para melhorar o bem-estar mental.</p> Adriane Duarte Amorim Costa, Kristiana Cerqueira Mousinho, Sonia Maria Soares Ferreira, Rivadávia Souza Costa Júnior, Willams Alves da Silva, Renata Guerda de Araújo Santos, Bárbara Patrícia da Silva Lima Copyright (c) 2024 Revista Psicologia & Saberes https://revistas.cesmac.edu.br/psicologia/article/view/1582 Fri, 09 Feb 2024 00:00:00 -0300